terça-feira , 21 de novembro de 2017 - 2:11 pm
Inicio / Uncategorized / E aí, como anda a Campus Party 2013, ein Mard?

E aí, como anda a Campus Party 2013, ein Mard?

Desde que começou a Campus Party Brasil 2013, muitas pessoas vem a mim pela internet perguntando como anda o evento, tanto aqueles que virão curtir um dia ou outro, quanto aqueles que não tiveram a possibilidade de estar no evento.

Algumas opiniões foram recolhidas e filtradas ou mescladas antes de serem publicadas.

Melhorou?

Sim, em muitos pontos melhorou e muito.
Quem não se lembra da época em que água era uma palavra abundante e um elemento em falta nos terrenos campuseiros. A realidade em 2013 foi diferente, foram instalados bebedouros enormes em pontos estratégicos do evento, além de uma boa organização e distribuição de squeezes e copos.

A entrada, principalmente de caravanas foi muito facilitada, um processo que demoraria no mínimo 5 horas, durou aproximadamente 1 hora.
Mas isso é uma questão de logística, pois aparentemente esse ano a movimentação de pessoas está muito menor que a do ano passado. Um bom exemplo disso é o volume de barracas esse ano, cerca de 30% das barracas estão vazias segundo informações.

Devido a quantidade não tão grande de pessoas como no ano passado e a reorganização das mesas e palcos, os espaços parecem mais abertos e transitáveis, o que é muito bom e está evitando alguns congestionamentos humanos como filas e falta de espaço, principalmente nos corredores.

Até o momento em que estou escrevendo isso, não houve nenhuma queda de energia ou internet, ao menos eu não presenciei e nem ouvi falar.

Tá, beleza, esses são os pontos bons, e os ruins?

Sinceramente, não estou vendo muitas falhas esse ano, ou pode ser que meu subconsciente está bloqueando elas. Mas as poucas que eu vi não foram relevantes.

A única coisa que deixou a desejar durante o evento, principalmente para mim líder de caravana, foram os voluntários e funcionários mal treinados ou inexperientes.
Houveram situações em que alguns voluntários simplesmente travavam, não sabiam resolver os problemas e pegavam a responsabilidade para eles. O que acontecia? Nada! Nem resolver resolviam, só geraram alguns minutos de espera até chegar nas mãos do responsável e ele resolver.
Teve um voluntário que teve a pachorra de dizer para o motorista com 30 pessoas dentro de um ônibus, dar ré em uma rua minúscula e movimentada e dar uma voltinha até que liberasse uma vaga, pois segundo ele não cabia um ônibus no espaço livre, que incrivelmente foi o mesmo espaço que estacionamos.

Alguns banheiros estão ultra nojentos, mas eu vejo que essa parte não é culpa da organização, e sim dos campuseiros porcos (se você se identificou, não abaixe a cabeça, abaixe a tampa da privada).

Não entrarei em casos como o do video em que filmaram 2 ratos aqui no evento.
Os caras vão acampar em um galpão quilométrico, que fica ao lado do rio mais poluído do país (Tietê), e esperam encontrar o que? Pôneis?

E o que não mudou, mas eu queria que mudasse?

Os chuveiros, oh malditos chuveiros!
Não sei se é uma questão econômica ou o que, mas aqueles malditos chuveiros estão horríveis, assim como no ano passado.
Além da porta inútil de lona de caminhão (leia-se plástico maldito) que venta e bate na bunda, os chuveiros estão ordenados em um jogo da velha de duas colunas (então não é jogo da velha, lol), em que alguns marcados aleatoriamente esquentam e funcionam como deveriam.

Sinceramente, não sei se essa questão da porta no banheiro é financeira, já que se a Campus Party tiver um deposito, seria muito mais viável terem portas por todas as edições guardadas, porém não sei se isso é alugado, então, é algo a ser refletido, de preferencia por um espelho.

Tá divertido?

Sim, está bem legal, principalmente a galera, mas anos anteriores foram mais divertidos. Pode ser uma sensação nostálgica, não sei, mas é a impressão que eu tenho.

Estão rolando muitos prêmios, a galera pirangueira da Campus Party curte ficar disputando corrida para ganhar camiseta, o de sempre. Tem alguns conteúdos divertidos, mas parece estar repetindo o roteiro do ano passado (nostalgia?).

O que mais me incentiva a estar aqui é a galera, principalmente meus amigos da Geek Pride (@geekpride) que são bem animados, e a caravana, que sempre me trás novos amigos.

Basicamente é isso que eu estou achando da Campus Party, se não fizer o menor sentido, deve ser por que eu estou com sono.

Veja também

Lista de carinhas em texto para copiar e colar nas redes sociais

Emoticon, emotion, emoji, carinha, smile ou carinha, esses desenhos em texto tem vários nomes, não …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *